segunda-feira, 7 de novembro de 2011

[Resenha] Ladrões de Elite - Ally Carter


Ladrões de Elite
Ally Carter
Editora: Arqueiro
Gênero: Suspense, ficção.
Páginas: 231
“Quando tinha 5 anos, Katarina Bishop distraiu os guardas da Torre de Londres para que o pai pudesse roubá-la. Aos 7, ela ouviu o tio Eddie planejar a interceptação de 80% do caviar do planeta. Quando fez 15 anos, Katarina armou um golpe por conta própria - um esquema para entrar no melhor colégio interno dos Estados Unidos e deixar para trás os negócios da família. Só que trocar de ramo e ter uma vida normal acabou sendo mais difícil do que Kat esperava.Hale, seu amigo charmoso, bilionário e antigo comparsa, logo aparece para levá-la de volta à realidade da qual ela havia se esforçado tanto para fugir. Mas é por um bom motivo: uma inestimável coleção de arte de um temido mafioso foi roubada e ele quer recuperá-la, custe o que custar. Somente um mestre do crime poderia ter realizado essa proeza e o pai de Kat é o único suspeito, embora insista em negar qualquer envolvimento. Encurralado entre a Interpol e um inimigo assustador, ele precisa da ajuda da filha.Para Kat, só existe uma saída: encontrar os quadros e roubá-los de volta. Não importa se parece impossível, se ela não tem pistas do ladrão e se o prazo é de apenas duas semanas. Com uma equipe de adolescentes talentosos e uma mãozinha da sorte, Kat está determinada a realizar o maior golpe da história da família e provar que jamais a abandonou. “
Sinceramente, de todos os livros que eu li esse ano, Ladrões de Elite foi um dos melhores. Sem sombra de dúvida burlou todas as minhas frescuras e conseguiu entrar para a minha lista de favoritos. Admito que de inicio, como sempre acontece quando se trata de editora que eu não estou familiarizada, eu torci o nariz, deixei no final da pilha de livros (Haha! Pilha? Como se eu tivesse dinheiro para isso! Tenho cerca de três livros, que eu comprei na bienal, para fazer durarem seis meses), mas finalmente terminei. Por mais que eu tivesse tentando segurar o livro, na minha inútil tentativa de fazê-lo durar mais de uma semana (Pelo menos), em menos de um dia lá estava eu devorando as últimas páginas de “Ladrões de Elite”. Bom, acho que não preciso reafirmar que adorei o livro, certo?
O livro trata, de forma criativa e envolvente, um assunto que não é muito explorado pelos escritores, pelo menos não nos livros que estou acostumada a ler. Ele mostra o lado dos ladrões, que teoricamente são os malvados, e desenvolve nele um ambiente de amizade, de família e, principalmente, de lealdade. Apesar de toda a aura de insegurança que envolve os serviços dos ladrões, os laços familiares e fraternais ainda se mantêm fortes; seja em tardes ao redor da mesa da cozinha do tio Eddie, ou na sala de estar em umas das mansões de Hale.
O livro começa com Katarina, protagonista e filha de um dos melhores ladrões daquela geração, tentando sair dessa vida de roubos e começar a viver como uma adolescente normal. Porém, apesar de quase conseguir se desligar de quem realmente é, ela acaba sendo puxada de volta para as inseguranças dos serviços que fazia ao descobrir que seu pai é o principal (na verdade, único) suspeito de ter roubado cinco quadros de um poderoso criminoso. O que acaba colocando Katarina e seus fieis amigos em uma busca quase que suicida para recuperar os tais quadros, cujo pai dela jura não ter roubado.
A história é dividia em “dias” conforme o prazo que foi dado a Katarina vai terminando, deixando assim a leitura do livro um pouco mais organizada. Apesar de o livro ser bem curtinho, a história foi muito bem desenvolvida. Praticamente todas as pontas soltas foram atadas no final, deixando apenas aquelas que servirão de gancho para o próximo livro. Além disso, os personagens também foram bem estruturados, cada qual com sua respectiva habilidade e personalidade, que não mudou conforme o desenrolar da história. Admito que não tive um personagem “favorito”, mas gostei bastante de Hale. Ele é o tipo de cara debochado, mas que quando o assunto pende para o lado de seus amigos, é responsável e sensato.
No começo, pensei que seria apenas mais uma história de suspense; mas, conforme fui lendo o livro, percebi que, por mais que muitas das informações contidas nele fossem fictícias, Ally Carter teve que fazer uma pesquisa bem completa para dar sentido à obra. Estou ansiosa para ler a continuação! Se não me engano, Ladrões de Elite já tem os direitos comprados para o cinema. Agora é aguardar (:


Avaliação:

Capa: 
Acabamento do livro: 
História: 
Andamento: 
Desfecho: 

Avaliação Geral:


Um comentário:

  1. Já estava com vontade de ler o livro, mas depois de tantos elogios minha curiosidade se elevou muito.
    Amo um livro assim, que seja um pouco descontraído.
    Estou louca por ele, já tô até participando de promoções... Vai que eu ganhe né *dedos cruzados*
    BJ!

    http://amigasentrelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir