quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

[Resenha] Pelos Poderes dos Deuses Olimpianos - Sarah Micucci


Pelos Poderes dos Deuses Olimpianos
Sarah Micucci
Editora: Independente / Clube de Autores
Gênero: Mitologia Grega, Infantil
Páginas: 110
Você já parou para se perguntar como o mundo foi criado? Claro, existem as explicações que a Bíblia nos oferece. Assim como existe a teoria da evolução de Darwin, que também se propõe, cientificamente, a explicar. Mas e antes da Bíblia e de Darwin? Os gregos explicam! A mitologia grega revela a criação do mundo a partir de uma divindade chamada Caos. Só que nessa época o universo era bagunçado, era verdadeiramente um caos. E eis que surge um deus que traz a ordem para essa desordem: ZEUS. Com ele dá-se o início de um poderoso time de 12 deuses olimpianos, todos com poderes especiais. Cada um deles tem uma história fascinante que se desenrola num reino encantado chamado OLIMPO. Você vai se encantar com ATENA, a deusa da sabedoria, ou se enraivar com ARES, o deus da guerra, que só faz besteira.
Eu acho sempre uma graça ler novos livros, novos pontos de vista sobre a Mitologia Grega. Apesar da essência dos mitos ser a mesma, o jeito como são contadas variam das mais diversas formas. Um detalhe aqui, outro ali, algumas vezes até mesmo algo drástico, algo que pode mudar a sua forma de interpretar o mito. Seja como for, as histórias que nos remetem à Mitologia Grega sempre são deliciosas. Sempre tem algo novo para te dizer, não importa quantas vezes você leia. E isso foi um dos detalhes que eu aprecei na leitura desse livro. Muitos dos mitos que eu conheço foram contados de uma perspectiva nova, uma narração mais humana, mais próxima do leitor.

Antes de começar a avaliar todos os pontos que costumo ressaltar em minhas resenhas, tenho que frisar aqui que esse é um livro infantil (Eu o atribuiria a faixa etária de 8 a 11 anos). Portanto, procurei lê-lo com os mesmos olhos que eu usaria ao ler uma história para o meu irmão à noite. Tentei me abster de um olhar rigidamente crítico e absorvi a leitura com um pouco mais de tolerância, sempre tendo em mente se eu indicaria aquele livro para uma criança.

A narrativa é bem pessoal, o tempo todo é como se autora estivesse falando com o leitor, dando a sua opinião acerca de cada acontecimento. É bem simples, também. Não há um ambiente enriquecido de detalhes e os personagens têm um quê de adolescente, tanto nas falas, quanto em algumas ações.  A história é bem resumida, contando apenas as peripécias de alguns dos deuses do Olimpo - sem as partes sangrentas. Um livro realmente para aqueles que estão sendo introduzidos ao mundo de Zeus e seus irmãos.

A capa é condizente com a história e há várias ilustrações dos deuses durante os capítulos, muito bonitinhas, por sinal.

Resumindo, eu achei o livro um pouco amador, talvez por se tratar de uma publicação independente, mas que, com algumas alterações na diagramação e em alguns outros pequenos detalhes, possa vir a ser tornar uma boa leitura para as crianças, principalmente para incentivá-los a apreciar desde cedo os fabulosos mitos que deram origem a praticamente tudo o que conhecemos por história hoje em dia. 

Avaliação:

Capa: 
Acab. do livro: 
História: 
Andamento: 
Desfecho: 
Avaliação Geral:


Um comentário:

  1. Oii Flávia!!
    Ahhh, eu sempre falo que vou ler mais livros infantis, mas é uma promessa meio vazia.. não tenho muita paciência, eu gosto de quando um livro envolve problemas típicos de adolescentes, seja um paranormal, sobrenatural, fantasia, distopia, etc.
    Por exemplo, nunca li Percy Jackson e livros parecidos porque eu seiiiii que não faz meu estilo. Ou, pode me matar agora, como eu li o primeiro Harry Potter e não gostei =x
    Enfim, não tem o que fazer, né? Gosto é gosto!
    HAHAHAA Mas gostei bastante da sua resenha, ficou boa e honesta! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir