quarta-feira, 30 de maio de 2012

[Resenha] A lista dos desejos - Eoin Colfer

A lista dos desejos
Eoin Colfer
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia
Páginas: 288
"Meg Finn teve uma adolescência atípica. Depois de passar por maus momentos em vida, a menina ainda precisou se deparar com uma situação muito esquisita quando morreu. Ela descobriu ser um caso raro de total equilíbrio entre o bem e o mal, ou seja, não pode ir nem para o Inferno nem para o Céu sem antes cumprir uma importante missão. 
Para ganhar, Meg precisa ajudar a última pessoa a quem tentou prejudicar - Lowrie McCall - a realizar sua lista de desejos. 
Para atrapalhar nossa jovem heroína, Belzebu manda Belch Brennan, o responsável pela morte de Meg em um assalto a casa de Lowrie. Mas a menina tem truques escondidos na manga e não vai se deixar vencer facilmente. Enquanto São Pedro e Belzebu decidem quem fica com a alma de Meg, ela e Lowrie tentam superar os diversos obstáculos que os separam de seus objetivos. "
 Esse é com certeza um dos melhores livros que eu já li. Foi também o primeiro livro de Eoin Colfer que chegou a mim. Comprei A lista dos desejos em tempo do "era uma vez", quando morava em Sacramento/MG e até então pra ir a uma livraria eu tinha que ir pra Uberaba.

Pois bem, Meg é uma adolescente que tem a vida toda ferrada. Ela é aquela menina com quem seus pais não querem que você ande. Entretanto, ela só é assim por conta das circunstâncias da vida, tanto que quando morre ela não é boa demais para ir pro céu, nem má demais para ir pro inferno. Ela morreu assaltando a casa de Lowrie, um velhinho que depois do incidente teve uma série de sequelas. Então tentando provar que merece o reino dos céus, Meg tem que ajudar Lowrie a ter uma vida melhor. Ele, ciente da sua idade e das suas limitações, elabora uma lista dos desejos não realizados durante toda sua vida e Meg vai ajudá-lo nessa empreitada.

O livro é divertido e emocionante. Os diálogos de São Pedro e Belzebu são impagáveis, mas nada supera a dupla Meg e Lowrie, ambos rabugentos, mas que acabam por necessidade e depois por amizade se tornando pessoas melhores. Amei esse livro em todos os sentidos e mesmo tendo lido ele há tanto tempo, ainda lembro da história quase que perfeitamente.

Infelizmente, na época em que li A lista dos desejos ainda não tinha tanto cuidado com os meus livro e acabei emprestando para uma menina. Nunca mais vi a cor do livro. Por isso, quando alguma pessoa me acusa de ser neurótica com os meus livros digo: pode até ser, mas tenho motivos. Se alguma alma caridosa encontrar esse livro e quiser dar um presente para essa que vos fala, estou aberta. (:

Eoin Colfer é mais conhecido por Artemis Fowl, série que eu adoro, mas arriscaria dizer que A lista dos desejos é melhor. Entretanto, a briga ai é boa hein?! Não só pelas histórias bem feitas e personagens marcantes. Colfer tem uma das melhores prosas que já li, e nessas obras citadas ele mostra o quanto é acessível e flexível. O irlandês se prova a cada obra um escritor brilhante do gênero fantástico, que não deixa nada a dever a nomes como Neil Gaiman (<3).

A Lista dos desejos é drama, aventura, comédia, fantasia, sobrenatural. É sobre a luta do bem contra o mal, sobre a amizade e fazer o que é certo. É um dos meus livros preferidos e estou feliz de poder dividí-lo com vocês (sério). Leiam!
Avaliação:
Acabamento do livro:    
História: 
Andamento: 
Desfecho: 

Avaliação Geral:
 

4 comentários:

  1. Olá!!

    Haha! Parece ser um ótimo livro!!

    Adorei a tipagem nem boa para o céu e nem má para o inferno! -rs

    Me lembrou um pouco a série Além Da Morte onde as pessoas que morrem tem que resolver seus assuntos inacabados.


    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word In My Bag
    http://wordinmybag.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro, só o conhecia por Artemis Fowl e por ter escrito o 6º volume de O Guia do Mochileiro das Galáxias.

    O livro dele que tenho vontade de ler é Aviador. Vc já leu?

    ResponderExcluir
  3. Cara, eu vi esse livro uma vez na livraria, mas não pude comprar. É bom? Eu sei que o Colfer escreve bem, mas a história é bacana? A lista dos desejos é tipo "OW!" de tão legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os comentários no skoob são favoráveis. Tô bem curiosa.
      "Conor nasceu para voar. Ou, mais precisamente, nasceu voando. Em uma era de descobertas e invenções, muitos sonhavam em voar, mas para ele isto era mais do que um sonho: era seu destino. Em uma noite sombria, uma traição cruel e astuciosa destrói sua vida e rouba seu destino. Agora, Connor precisa ser o primeiro a conseguir alçar voo, para salvar a família e corrigir um terrível engano." ÉPICO!

      Excluir