quarta-feira, 10 de outubro de 2012

[Resenha] Dividindo Mel - Iris Figueiredo

Dividindo Mel
Iris Figueiredo
Editora: Draco
Gênero: Chick-lit, Romance
Páginas: 200
"Todo mundo sabe o que é se apaixonar: o frio na barriga, os abraços, os beijos e os sorrisos. Só que ninguém gosta quando o relacionamento dá errado e termina de uma hora para a outra, sem explicações. Melissa sabe muito bem disso. Afinal, ela nem chegou a duas décadas de vida e possui uma lista de ex-namorados (e alguns ex-qualquer-coisa-indefinida) maior do que gostaria. Mel prometeu para Rebeca, sua melhor amiga, que agora iria focar em seu futuro e deixar os relacionamentos para depois, pois tendiam a terminar mais rápido do que começavam. O que ela não esperava era conhecer, por acaso, um cara maravilhoso que parecia o Príncipe Encantado com quem tanto sonhou. E, menos ainda, que seu melhor amigo voltaria para a cidade trazendo consigo um monte de lembranças e acontecimentos especiais. E agora, como ficará o já cansado coração da dividida Mel?"
Comprei esse livro na Bienal e a autora, Iris do Literalmente Falando, estava lá e autografou seu "bebê" para mim. Na dedicatória ela me fez uma pergunta que vou tentar responder aqui.

Se tratando de um chick-lit nós já sabemos a premissa, certo? Menina-mulher que tem problemas cotidianos e sofre com os garotos, nada que nenhuma de nós, mulheres, não tenha passado pelo menos uma vez na vida.

A diferença de bons livros desse gênero consiste, portanto, na qualidade do texto e das reviravoltas da história, além de personagens que convençam. Mas, apesar disso, confesso ter certo preconceito com esse tipo de livro e não esperava nada demais de Dividindo Mel. Bem, eu me enganei. Iris conseguiu escrever algo que é a prova de que um chick-lit pode, sim, ser muito bom.

As personagens são engraçadas e vívidas, no sentido de reais. Além de mim, vi minha irmã, meu pai e minha mãe no livro, quase chorei de rir em algumas partes e me diverti a beça com as confusões de Mel. Iris escreve super bem, de forma fluida, rápida e leve. Eu li o livro em três horas (não estou brincando) e foi ótimo! Estava precisando há muito de um livro tão leve e para cima. Me diverti, muito mesmo!

Entretanto, ainda não é um dos meus favoritos ou algo assim. É muito bom e eu recomendo, mas é um livro divertido e só isso (não que isso seja ruim, longe de mim). A boa notícia é: Dividindo Mel é o primeiro livro de Iris Figueiredo, e eu, com certeza, vou ficar esperando os próximos títulos, sendo eles chick-lit ou não. Pode não ser o meu gênero preferido, mas eu gosto de me divertir, "deixa eu" okay?

O projeto gráfico é bem legal. O início dos capítulos tem a ilustração da contracapa que é super bonita. A letra é BEM grande, confesso que isso foi mais uma facilidade que a Editora Draco trouxe: é muito, muito fácil de ler.

Última coisa: A pergunta feita na minha dedicatória é se eu escolheria Ricardo ou Mateus. Bem, eu realmente não sei. Eles são... AWESOME! Mas provavelmente ficaria com o amigo... Bem, não sei... O bonitão talvez?! Ah! Eu não sei! Não consigo me decidir. Acabei não respondendo, mas que tal vocês lerem e tentarem me convencer: Team Ricardo ou Team Mateus? xD

Chick-lit são livros para entreterimento, para rir e divertir, e este cumpre de forma primorosa seu papel. Gostei demais de Dividindo Mel, e eu nem sabia que poderia gostar tanto de um livro desse gênero. Recomendo para quem quer uma leitura leve ou dar umas gargalhadas, ou ainda as duas coisas.


Avaliação:
Acabamento do livro: 
História: 
Andamento: 
Desfecho: 


Avaliação Geral:

Nenhum comentário:

Postar um comentário