sexta-feira, 26 de outubro de 2012

[Resenha] Ouro, Fogo e Megabytes - Felipe Castilho

Ouro, Fogo e Megabytes
Felipe Castilho
Editora: Gutenberg (Autêntica)
Gênero: Aventura, Ficção, Sobrenatural, 
Páginas: 288
"Transitando entre uma renovada mitologia nacional e a atmosfera geek que envolve o nosso cotidiano, “Ouro, Fogo & Megabytes” é o primeiro livro da coleção O Legado Folclórico, do paulistano Felipe Castilho. Anderson Coelho é um garoto do interior que vive a maior do tempo no mundo virtual de Battle of Asgorath (ou simplesmente BoA), um MMORPG medieval que é a sensação do momento. No ranking geral dos jogadores ele é o segundo colocado, atrás apenas de Esmagossauro, um misterioso e impiedoso player. Porém, a habilidade nos games nunca facilitou a sua vida escolar. Após uma desastrosa aula de Educação Física, Anderson ganha uma suspensão e não sabe como explicar o ocorrido aos pais. Eis que um estranho surge em sua cozinha, convencendo seus pais a liberarem-no para uma viagem a São Paulo, o que vem bem a calhar. A Partir disso, Anderson se vê envolvido em uma perigosa trama envolvendo uma ONG e uma corporação interessada em recursos naturais (e lucro) a qualquer custo. Wagner Rios, carismático dono da empresa Rio Dourado, sequestrou a última criatura de uma antiga espécie de elementais - a Mãe D'Ouro. O problema é que além de Anderson e seus novos amigos, outra criatura está vindo salvar a elemental. Ela é grande, é de fogo, e não está nada feliz... Repleto de aventura, espionagem, linhas de programação, vírus, cucas, sacis e capelobos, Ouro, Fogo & Megabytes mudará a forma em que você enxergava o folclore nacional."
Anderson é um garoto de 12 anos que vive no interior de Minas Gerais com seus pais. Excluído no colégio e estrela no mundo online, ele é o número dois de um jogo online e líder do seu clã. Um dia, concluindo mais uma "quest" Anderson é abordado por um homem extremamente polido que o chama para fazer um serviço para a sua organização. Ele sequer responde. Entretanto, ele era o cara certo para o serviço e a Organização não desistiu assim, tão fácil. Depois de tomar suspensão da escola, Anderson acaba embarcando para São Paulo com um homem que mais parecia uma criança, uma moça muito bonita, um garoto muito chato e um motorista legal (com profundas olheiras) onde passa a ter conhecimento de coisas que ele nunca pensou existir.

Essa é a premissa de Ouro, Fogo e Megabytes, romance de estreia de Felipe Castilho, autor fofo que conheci na Bienal de São Paulo. Conheci o livro através do Cabine Literária e fiquei bastante receosa, já que lá ele recebeu três troninhos e não é particularmente o tipo de livro que costumo gostar, mas resolvi correr o risco.

"Grazadeus" o livro é bom. Tipo, MUITO bom! Depois de certo ponto a narrativa ficou irresistível e eu me  vi aflita para saber o que viria em seguida. Conversei com o autor pelo facebook e não deixei o coitado em paz falando das minhas impressões e do fazendo previsões. Algumas eu acertei, outras nem tanto.


A narrativa em terceira pessoa é rápida e leve. Senti falta de profundidade nos personagens coadjuvantes, mas, por se tratar de uma série, acredito que isso só deu mais mobilidade para a trama e esse problema será sanado nos próximos livros. Afinal, se tratando de uma série, falar tudo no primeiro livro não tem graça.

Felipe criou um desfecho impressionante. Excelente link para uma continuação e algo que eu, de verdade, não esperava em momento algum. As cenas de ação são demais também, em alguns momentos cheguei a pensar que não teria jeito, Anderson estava ferrado! 

Achei incrível: primeiro trazer folclore brasileiro para um ambiente urbano. Segundo dar um ar mais sério a eles. Geralmente, histórias de folclore são contadas com o mesmo peso que a história da dona Baratinha. As lendas de Vampiros, por exemplo, não são contadas assim. Nessa série Felipe traz o lado sombrio do nosso folclore e isso se reflete na segunda parte do livro que pura tensão. A primeira parte é mais leve e engraçada, mas quando ele vê que as lendas não são histórias para boi dormir e que tem toda uma conspiração por traz daquilo tudo não tem como não sentir a aflição dos personagens.

Chama a atenção também o tema do cuidado com o meio ambiente e não de uma forma chata como costuma ser tratado nas escolas (no fim do EM eu não aguentava mais falar sobre isso). Parece meio clichê no começo, mas depois toma outras proporções o que torna tudo mais legal.

O livro tem alguns problemas de graves de revisão, alguns bastante preocupantes, mas sem comprometer a história. Outra coisa que me incomodou foi o fato de Anderson ter somente 12 anos, mas o personagem criado por Felipe tinha que ter pelo menos 14. Confesso que isso me deixou meio transtornada e é por isso que esse livro não receberá um bule.

A capa é linda e o projeto gráfico impecável. O recurso de usar fontes diferenciadas para o chat no jogo, no computador, e-mails e muitas coisas foi muito bem usado e deu outra atmosfera à essas partes. Os desenhos que ilustram o início dos capítulos, apesar de mais "simples" que a da capa, se assim posso chamar, são muito legais e me agradou muito esse cuidado.

Concluindo, foi uma estreia triunfal! Felipe Castilho tem muito futuro e essa série tem tudo pra virar queridinha dos leitores de Harry Potter e Rick Riordan, por exemplo. Vai te fazer ficar mais curiosas sobre as nossas lendas e atentar para o cuidado com o meio ambiente. E tudo isso com muita ação! Recomendadíssimo.


Avaliação:
Acabamento do livro: 
História: 

Andamento: 
Desfecho: 

Avaliação Geral:

2 comentários:

  1. Gente @_@
    Eu quero ler demais esse livro, e cê sabe disso, mardade cê passar na cara quão bom ele é, mas to aceitando de presente de aniversário de aniversário atrasado -qq mentira, é sério, me manda teu exemplar que eu perdoo os erros que floriene ainda cometerá.

    Beijos
    Matheus
    livrosebiscoito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu vi o booktrailer há um tempo, creio que antes de ser lançado e pirei! Adorei tua resenha, bem detalhada e só me fez ficar com mais vontade de ler.

    Abraços

    http://tediosoc.blogspot.com

    ResponderExcluir